Ao longo dos últimos anos, o interesse das pessoas pela prática de atividade física vem aumentando. Um dos principais objetivos que se observa é a hipertrofia: o aumento de massa magra corporal, que gera corpo delineado, músculos fortes e aparenteproteina para atleta sanavitas.

Para alcançar esse objetivo é preciso ter, além da rotina de treinos, uma alimentação balanceada. A nutrição correta e de acordo com as necessidades de cada um desempenha papel muito importante na conquista dos resultados.

Todos os nutrientes são importantes para manter o organismo em equilíbrio e para viabilizar o ganho de massa magra, mas hoje vamos dar destaque às proteínas!

As proteínas desempenham papel estrutural de construção, manutenção e reparo dos tecidos corporais, dentre eles os músculos. Para conseguirmos obter um ganho significativo de massa magra precisamos ter equilíbrio entre a quantidade de proteínas que ingerimos e a quantidade que gastamos. Para acontecer a síntese proteica (aumento de massa muscular), é necessário ter um saldo positivo de aminoácidos disponíveis, e esses aminoácidos são obtidos através da ingestão das proteínas.

Estudos mostram que dietas ricas em proteínas aumentam a termogênese e a saciedade, favorecendo então a perda de gordura corporal. Quanto maior é a quantidade de músculos do indivíduo, maior é seu gasto energético basal, o que contribui para diminuição no percentual de gordura corporal e manutenção do peso.

Existem vários tipos de proteínas, mas algumas têm melhor absorção e aproveitamento pelos músculos. Alguns exemplos:

proteina para atleta sanavita 2

Whey Protein: (do inglês “proteína do soro”): Trata-se das proteínas isoladas do soro do leite, parte aquosa do leite que é obtida durante processos de fabricação de laticínios. É uma proteína de alto valor biológico, alta absorção e boa digestibilidade. Existem vários suplementos à base de Whey Protein disponíveis no mercado, que são basicamente comercializados como: " isolados", "hidrolisados" e "concentrados" e se diferenciam quanto ao processo de extração, absorção, digestibilidade, quantidade de carboidratos, gorduras e proteínas, pela presença ou não de lactose. Os hidrolisados e isolados são absorvidos mais rápido, por isso apresentam melhor aproveitamento.

Creatina: É um peptídeo composto pelos aminoácidos: glicina, arginina e metionina. Os peptídeos são frações das proteínas. A suplementação de creatina tem sido adotada como estratégia nutricional para potencializar o rendimento físico. Ela aumenta o potencial de força muscular, aumentando a capacidade do músculo de suportar melhor o exercício.

Proteína de soja: É uma proteína de origem vegetal e de alta qualidade. Possui ótimo perfil de aminoácidos para o desenvolvimento muscular.

Albumina: Proteína da clara do ovo. Apresenta boa absorção de aminoácidos e possui menor quantidade de proteína por porção.

O melhor horário para consumir os suplementos de proteínas é logo após o treino. Nesse momento ocorre uma situação metabólica que é conhecida como " janela de oportunidade". Trata-se do momento que o nosso potencial anabólico (síntese muscular) está aumentado.

É importante lembrar que todos nós somos únicos, temos características e necessidades diferentes. Devemos respeitar nossa individualidade bioquímica! O aconselhável é consultar um nutricionista para que seja avaliado o tipo e a quantidade de proteína ideal, adequada ao tipo de exercício físico que você pratica e aos seus hábitos alimentares.

 

Fernanda Chaves
Nutricionista -CRN: 8442

vitrine_balance_protein