Que os chás trazem benefícios à saúde provavelmente você já sabe. Afinal, faz tempo que ouvimos falar das propriedades calmantes da camomila, dos efeitos digestivos da erva-doce e dos poderes energizantes do chá verde. Mas talvez ainda seja novidade o fato de que algumas versões dessa bebida são aliadas do emagrecimento.

Atualmente, é o chá verde – proveniente das folhas da Camellia sinensis – o mais estudado pela comunidade científica. Ele também é o que mais apresenta resultados eficazes no tratamento da obesidade.

Isso acontece porque o chá verde é rico em polifenóis (substâncias com alta capacidade antioxidante). Elas ajudam a promover a redução do peso e da gordura corporal, além de contribuir para a saúde do coração. Já a cafeína e catequinas são as responsáveis por aumentar o gasto de calorias e acelerar a queima de gordura.

O chá de hibiscus também é conhecido por ser um grande aliado do emagrecimento. Estudos sugerem que essa flor tem a capacidade de reduzir a gordura corporal e atuar contra a retenção de líquidos, diminuindo o inchaço.

Mas qual é a quantidade ideal desses chás que devemos consumir para alcançar tais benefícios?

Chá verde: As pesquisas recomendam até quatro xícaras de chá (150 ml) por dia. Porém, pessoas mais sensíveis à cafeína devem evitar tomar a bebida em excesso, principalmente à noite.

Chá de hibiscus: A recomendação é de até duas xícaras de chá por dia, sem exageros, já que a bebida tem uma ação diurética potente.

É importante lembrar que as duas recomendações acima são para a infusão da erva. No caso dos chás instantâneos, o que vale é a recomendação do fabricante!