Se você leu nossas dicas de cuidados de beleza nos dias mais quentes, já sabe que alguns alimentos são capazes de ajudar na proteção da pele contra o fotoenvelhecimento, entre eles a cenoura, abóbora, mamão, manga e batata doce, vegetais ricos em betacaroteno.

O betacaroteno é um carotenoide, pigmento que dá a coloração amarelo-alaranjada aos alimentos que listamos acima. Além de ser precursor da vitamina A, ele possui propriedades antioxidantes que ajudam a neutralizar os radicais livres – entre eles, os gerados por meio da exposição da pele à luz UV.

Alguns estudos mostram que a ingestão diária de alimentos ricos em betacaroteno pode reduzir danos causados ao nosso DNA por essa exposição ao sol. Consequentemente, isso ajuda a retardar o surgimento de rugas e melhorar a elasticidade da pele, aumentando os níveis de colágeno tipo I, proteína que dá sustentação para a pele. Esse último fato é importante porque a radiação ultravioleta ativa enzimas que provocam a degradação do colágeno, assim como induz a destruição de células produtoras de queratina.

A boa notícia para quem já sofre com os efeitos da exposição ao sol é que tanto o betacaroteno quanto o colágeno já podem ser suplementados na alimentação de forma concentrada. Se você acha que precisa desse complemento, não deixe de bater um papo com um médico ou nutricionista, que irá indicar as dosagens ideais para cada caso.