Com a chegada da primavera, aumenta o número de pessoas que buscam uma alimentação mais saudável e intensificam a prática da atividade física, porém, é importante ressaltar que cada um deve respeitar suas limitações e o tempo do seu organismo para começar a enxergar os resultados. Algumas dicas importantes devem ser seguidas como: fazer atividades físicas regulares sem exagerar, evitar frituras e alimentos embutidos, beber água, consumir alimentos fontes de fibras, diminuir ingestão de carboidratos e sódio. O exercício deve ser sob orientação médica e/ou educador físico, pois se realizada de maneira errônea pode levar a dores e até mesmo à lesões na articulação.

As dores articulares podem estar relacionadas a falta de alguns nutrientes necessários para os tecidos se manterem saudáveis, como é o caso da cartilagem nas articulações, que necessitam do colágeno para manter a manutenção dos tecidos. Os peptídeos do colágeno tem como finalidade contribuir na resistência estrutural das articulações, sendo eficaz para a prevenção e tratamento de alguns problemas ortopédicos como artrite e artrose.

A atividade física traz vários benefícios como melhorar a circulação sanguínea, fortalecer o sistema imunológico e ajudar no emagrecimento, além disso, aumenta o metabolismo, diminui o risco de doenças cárdiacas, fortalece as articulações e melhora o humor e a disposição. Porém, tudo deve ser realizado com cautela e respeitando o limite do seu corpo juntamente com a alimentação direcionada para o tipo de treino e horário.

Quando submetemos o nosso corpo à atividades físicas exacerbadas, estamos  expondo nossas articulações a quadros inflamatórios que podem gerar dores e desconfortos durante o exercício.

Fazendo consumo regular de colágeno, este quadro pode ser evitado, já que o colágeno hidrolisado vai agir diretamente na cartilagem. Essas estruturas são as que atenuam o atrito entre os ossos, evitando a osteoartrite, ou seja, a  inflamação das articulações que ficam degastadas.

As fontes de colágeno hidrolisado são os alimentos de origem animal como: carne vermelha, frango, queijo, ovos, peixes. Existe a opção do colágeno em pó, que vem enriquecido com vitaminas e minerais como a vitamina C (que potencializa a absorção do colágeno) e vitamina E e zinco (que agem diretamente no combate dos radicais livres, ajudando a reduzir o risco de inflamação e dores nas articulações) além de minerais magnésio e cálcio que melhoram a densidade óssea.

Estudos comprovam a ação eficaz do colágeno com doses acima de 9g de colágeno hidrolisados. Ele pode ser consumido diariamente de acordo com a sua rotina.