O Xilitol, que é proveniente da xilose é encontrado em fibras, como do milho, bagaço de cana e do arroz. É bem tolerado pelo trato gastrointestinal e possui baixa carga glicêmica, isto é, não altera de forma relevante a glicemia. Apresenta também 40% menos calorias do que a sacarose (açúcar) e com o mesmo poder de dulçor.

Pode ser utilizado por diabéticos por possuir índice glicêmico baixo e dessa forma não alterar rapidamente os níveis de glicose no sangue.

E os benefícios não param por aí. O Xilitol pode ser anticariogênico, tem capacidade de desacelerar o crescimento de bactérias, assim, reduzindo as cáries. Alguns estudos também evidenciam a aplicação do Xilitol no tratamento da osteoporose e aumento de massa óssea, além de benefícios na flora intestinal.

Já o Eritritol, é um poliol encontrado naturalmente em frutas, algas e cogumelos, e derivados da fermentação. Tem um índice glicêmico zero e valor calórico de 0,2kcal/g, é semelhante ao açúcar, não tem sabor residual e 70% do seu poder de dulçor.  Além disso, tem alta tolerância digestiva, rapidamente absorvido pelo intestino delgado, portanto considerado isento de efeitos laxativos.

Eritritol é recomendado para diabéticos (não eleva os níveis de glicose no sangue) e também no controle da hiperglicemia ! Inclusive alguns estudos mostram outros benefícios também para a saúde bucal - potencial anticariogênico - e até melhorando a atividade antioxidante no organismo, incluindo benefícios na diabetes como citado.

E ambos são classificados como seguros pela OMS (Organização Mundial da Saúde).

 

Larissa Colpaert
Nutricionista Sanavita