Manter a saúde física e o equilíbrio do corpo é o anseio da maioria das pessoas. Ainda assim, algumas recomendações devem ser levadas em conta pelos praticantes de atividades físicas, principalmente as que exigem maior esforço e desgaste. As práticas ao ar livre são consideradas uma ótima opção para quem deseja sair da rotina e aproveitar a natureza. É o momento de unir o útil ao agradável, mas exigem um cuidado extra. Separamos algumas dicas importantes para que você aproveite ao máximo esse momento.

Hidratação – Se a hidratação do corpo é essencial a todo momento, ela se faz ainda mais necessária quando praticamos exercícios devido o gasto de energia e desidratação decorrente da transpiração. Se essa prática acontece ao ar livre, principalmente nos períodos mais secos do ano, a ingestão de água e isotônicos torna-se primordial. O mesmo quando as temperaturas estão elevadas. A sensação térmica elevada e o processo de transpiração que aumentam no calor, aceleram a desidratação e aumentam a necessidade de ingestão de água.

Horários – Se engana quem acha que as práticas ao ar livre podem ser realizadas a qualquer hora do dia. Ela não é recomendada entre às 10h e 16h, sendo aconselhada nos períodos entre o início da manhã, final da tarde e também a noite.

Mas a gente sabe que nem sempre isso é possível e, para garantir a segurança e conforto para o seu exercício, é importante lembrar de um dos fatores mais relevantes para quem gosta de estar ao ar livre, o cuidado com a exposição ao sol.  O uso de filtro solar adequado e da supervisão de um médico dermatologista são essenciais. Para aquela proteção extra, é possível ainda encontrar opções de vestuário com tecnologias de proteção contra os raios do sol nocivos a pele.

Tipo de atividade – Existem muitos fatores para a escolha do tipo de exercício ideal para você. O primeiro certamente é você gostar e, a partir disso, sentir-se motivada e feliz com a prática.

Algumas atividades, porém, podem ser indicadas ou desaconselhadas dependendo de pessoa para pessoa. Vale ressaltar que a orientação médica e o acompanhamento de um profissional de educação física são fundamentais para a prática saudável e segura de qualquer tipo de atividade.

Mas, se você ainda não tem uma atividade para chamar de sua, listamos aqui algumas ideias de práticas ao ar livre:

Corrida – Considerada uma das atividades mais completas. Fortalece os ossos, além dos joelhos e demais articulações.

Crossfit – Por ser dinâmica e modulada em circuitos, ela é aliada dos indivíduos que desejam aumentar o condicionamento físico. Tonifica os músculos do corpo todo e aumenta a mobilidade muscular.

Bicicleta – Aumenta o fôlego, uma vez que a respiração será muito exercitada. É uma atividade de baixo impacto para as articulações e que também auxilia na tonificação de todos os membros do corpo.

Esportes coletivos – Yoga, futebol, vôlei, basquete e uma infinidade de modalidades compõem essa categoria. É possível encontrar grupos organizados em parques de todas as cidades e com isso, além de trabalhar o corpo, fazer amizades e melhorar o convívio social.