Está comprovado! Os homens têm mais dificuldade que as mulheres para se cuidar e envelhecer. Comparados com o sexo oposto, pesquisas mostram que boa parte não se alimenta corretamente, não faz exercícios físicos regulares, vai menos ao médico, fuma mais e, por consequência, têm mais problemas de saúde e vivem menos. Muitos se consideram imunes às doenças e priorizam os prazeres da vida em detrimento à saúde.

Barreiras culturais talvez sejam os principais motivos para essa diferença de comportamento, mas uma boa notícia é que nos últimos anos, uma crescente parcela tem conseguido romper esses obstáculos. São homens na faixa dos 30 a 50 anos, de classe média ou alta, que descobriram que cuidar do corpo e cultivar uma boa aparência é demonstração de cuidados com a saúde e com a qualidade de vida.

As mulheres que o digam! Apreciam e muito os homens que gostam de se cuidar, que não comem qualquer besteira e nem se entopem de cerveja todos os dias, cuidam da aparência da pele e dos cabelos, previnem os sinais da idade e, além de tudo, cuidam da saúde praticando esportes e fazendo exames preventivos.

Entre os cuidados adotados por esses homens que se preocupam com o bem-estar e a qualidade de vida, listamos alguns abaixo:

 

Equilibrando o peso e cuidando da massa muscular

Não é novidade para ninguém que o sobrepeso e a obesidade causam prejuízos ao corpo, certo? No entanto, os números da obesidade no Brasil só crescem e com eles, crescem os problemas ligados ao excesso de peso, entre eles, o diabetes, doenças cardiovasculares e câncer de próstata. Por isso, os homens que se preocupam com os ponteiros da balança colocam o corpo para mexer! Gastam calorias por meio de atividades físicas regulares, entre elas, futebol, corrida, bike, natação etc, e ficam mais tranquilos na hora do happy hour com os amigos.

Eles se preocupam também com a alimentação! Sabem, por exemplo, que alimentos ricos em açúcares, gorduras e o consumo diário de bebidas alcoólicas favorece a famosa barriga de chope. Afinal, uma lata de cerveja possui 147 kcal; isso significa que em uma reunião com os amigos, o consumo de 3 a 4 latinhas pode representar quase 500kcal a mais no seu dia. Somado ao consumo de aperitivos altamente calóricos como amendoins, salames, queijos etc, o consumo calórico pode ultrapassar 1000kcal!! Imagina se isso for feito com frequência, é ganho de peso na certa!

O consumo maior de alimentos ou suplementos proteicos, associados à musculação também faz parte do estilo de vida desses homens. Afinal, todos desejam frear a famosa sarcopenia, perda de massa muscular que acompanha o avançar da idade.  À medida que os cabelos brancos se multiplicam, braços e pernas começam a ficar mais mirrados, comprometendo a força e o desempenho físico, e a combinação de exercícios de resistência e proteínas de boa qualidade como o whey protein, pode fazer toda a diferença.

 

Cuidando do cabelo e da pele

Depois dos 30 anos, o organismo do homem, assim como o da mulher, começa a sofrer um declínio crescente da produção e renovação de colágeno e ácido hialurônico, duas substâncias importantes para a estrutura da pele, mantendo-a hidratada e firme. Menos colágeno e ácido hialurônico significa também articulações mais fracas, maior tempo para se recuperar das atividades físicas e lesões, aumento da queda de cabelo e aspecto de cansado e envelhecido.

Por isso, os homens que se preocupam com o envelhecimento e buscam ter uma melhor aparência e articulações mais fortes, suplementam diariamente essas substâncias. O uso do filtro solar com fator de proteção acima de 30, também faz parte dos hábitos diários desses homens. E muitos não tem vergonha à noite de limpar a pele e usar um bom creme hidratante ou anti-rugas.

 

Prevenindo doenças através de exames de rotina

Exames preventivos são fundamentais para se ter uma vida mais longa, tranquila e saudável, principalmente porque permitem o diagnóstico precoce de várias doenças. Os homens que se cuidam, ficam atentos à saúde cardiovascular, avaliam a pressão arterial, colesterol, glicemia e outros marcadores anualmente, assim como visitam o dentista para prevenir problemas nos dentes, língua e gengiva.

Depois dos 40 anos, sabem que é importante realizar anualmente o exame de próstata, e depois dos 50, buscam realizar o exame do intestino para que seja possível a detecção lesões cancerígenas.

Em tempos de alta exposição à luz azul dos smartphones e laptops, não deixam de cuidar da saúde dos olhos. Os que tem menos de 50 anos, geralmente vão ao oftalmologista a cada 3 - 5 anos. Os que usam óculos ou tem mais de 50, realizam exames cada 1-2 anos.